Analytics

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Patchwork e quilting em Goiânia

Quem acompanha o blog com regularidade sabe que semana passada estive em Goiânia para acompanhar minha filha, Ana Carolina, numa competição. Eu aproveitei essa viagem para conhecer e entrar em contato com as amigas do blog.
Fiquei muito contente que a Marta Lopes mostrou interesse e veio me encontrar no hotel e me levou para conhecer um ateliê da cidade. Foi uma oportunidade incrível, pois pude quiltar uma manta numa longarm.
Eu e a Marta Lopes na entrada do hotel.
O ateliê que ela me levou para conhecer é o Jujulinha. Um local bem agradável, que, além de oferecer cursos de patchwork e quilting também oferece o serviço de quilting numa longarm.
 A dona do ateliê, a Adriana, depois que soube que eu quiltava, me convidou para quiltar uma peça na sua Gammill.
 Escolhendo os tecidos.
 Nos preparando para colocar os tecidos e a manta na máquina.
 Tudo muito rápido,
 É preciso uns alfinetes grandes e grossos!
 Começando a quiltar.
 Parada para a foto! rsrs
 Retomando o quilting!
 Eu não gostei de quiltar com o regulador de ponto. Achei que a máquina ficou muito pesada.
 Preferi sem o regulador.
 Aqui uma foto da parte inferior da peça, já que a estampa do tecido não ajudou muito na visibilidade do quilting.
Nessa foto estamos a Adriana, proprietária do ateliê, a funcionária que trabalha na máquina e eu.
Para mim que sonho com o dia que poderei comprar uma longarm, esse foi um dia incrível. Pude ter uma noção melhor de como seria minha vida com um equipamento desses: as vantagens e as desvantagens. Depois da conversa que tive com a Adriana, sei que esse não é uma equipamento pra qualquer um, mas continuo sonhando com o dia que poderei ter uma dessas.
Quero deixar aqui o meu agradecimento a Adriana que propiciou essa oportunidade e a sua funcionária (que eu me esqueci de anotar o nome dela) por terem me ensinado tanto e principalmente a minha amiga Marta Lopes que veio de Aparecida de Goiânia pra me ver. Me senti muito honrada com a visita dela. Se o universo conspirar a nosso favor ainda vamos nos ver novamente!!!!

Quase ai me esquecendo: A minha filha não conseguiu pódio no Torneio Nacional de Ginástica, mas eu fiquei muito feliz com o empenho dela na competição. Espero que ela continue perseverante e possa brigar por melhores colocações em outras competições.
Beijos e obrigada a você que passa sempre por aqui pra conferir a novidades.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Bordados e curso em Novo Hambrugo.

A correria por aqui continua grande, mas eu quero compartilhar com vocês as imagens de umas bolsinhas da vovó que fiz usando fitas para bordado. Eu me apaixonei pelo resultado final.
Quem acompanha as postagens do blog sabe que eu sou apaixonada por bordado, mas sabe também que essa não é minha especialidade, por isso fiquei tão empolgada com o resultado final.
Essa é a menor. Tão lindinha, parece de brinquedo!
Essa é a de tamanho médio. Usei um fecho com argolas, que permite colocar uma alça.
Aqui, o detalhe do bordado da maior. Eu me surpreendi com o resultado, não esperava gostar tanto.
Para combinar com o bordado, optei por fazer um quilting à mão.
Tambén não domino o quilting à mão mas acredito que valorizou o bordado.

Semana passada encerrei as aulas do curso de quilting com as alunas de Novo Hamburgo. Foram quatro aulas semanais. A oportunidade de ensinar essa turma veio através da Ângela Althaus.
Um grupo de cinco gurias muito dedicadas. Marisa Brentano, Ângela Althaus, Ana Paula Pedroso, Sônia Goldoni e Michele Lopes. (Na ordem em que aparecem segurando os certificados).
O ambiente na sala de aula foi super descontraído.
Na aula que elas nao precisaram levar as máquinas de costura vejam que delícia: elas sentadas no sofá anotando tudo.
No final do curso fiz uma demonstração de quilting com alguns dos padrões que havia ensinado.
Espero poder reunir essa turma novamente para fazer um curso avançado com elas, pois acredito que elas vão fazer muitas coisas lindas!!
Essa semana estarei viajando, mas dessa vez não será para dar cursos, vou acompanhar minha filha Ana Carolina de 11 anos numa competição no Tornei Nacional de Ginástica Artística. Estamos ansiosas, pois essa será a primeira vez que a Ana vai competir fora do Estado do Rio Grande do Sul.
Boa sorte filha!
Semana que vem trago mais novidades, até lá!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...